quinta-feira, 30 de junho de 2011

ficar sendo...
























ismail özyurt



E, o que era que eu queria?

Ah, acho que não queria mesmo nada,

de tanto que eu queria só tudo.

Uma coisa, a coisa, esta coisa:

eu somente queria era – ficar sendo!

Um comentário:

  1. haha...E não é que eu me vi nesse poema rs...
    Ameiiiii !!!
    bjos : )

    ResponderExcluir