segunda-feira, 22 de agosto de 2011

um canto de paz...



























FttSniper DeviantART



Sei a hora em que a face mais impassível
é atravessada por um cruel esgar:
desvenda-se por um triz uma pena invisível.
Na rua apinhada ninguém a pode enxergar.

Vós minhas palavras, em vão traís o aguilhão
secreto, o vento que sopra no coração.
A verdadeira razão está em calar-se.
O canto que soluça é um canto de paz.


[ossos de sépia]

2 comentários:

  1. Seu blog é muito interessante. Adorei as citações, sem falar nas caricaturas...excelente! bjs

    ResponderExcluir