domingo, 9 de outubro de 2011

para e olha pra mim



















Para e olha pra mim
Para e deixa pra lá
Deixa eu entrar em você por algum olhar
Deixa eu gostar de você
Teus medos posso curar
Deixa eu levar tua vida pra outro lugar
Para e olha pra mim
Vê que já basta olhar
Deixa eu plantar um carinho no teu peito inquieto

Um comentário:

  1. Deixa eu comentar, muito linda sua poesia!
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderExcluir